Como Funciona?

 

A Bitcoin quer que as pessoas troquem dinheiro de uma forma tão simples ou fácil como quem envia uma mensagem de texto.

Para enviar dinheiro, usa-se uma Wallet, ou seja, uma aplicação que funciona como ‘Carteira’, e lhe permite enviar fundos. O destinatário irá, então, receber o dinheiro na sua conta.

Portanto, como é que tudo isto funciona?

Vamos descobrir, então, o que está por detrás da cortina.

UMA REDE MATEMÁTICA GLOBAL

A um nível mais básico, a Bitcoin não é nada mais do que um enorme registo de números e saldos de conta. Quando o Gonçalo envia 5 Bitcoins à Joana, o saldo do Gonçalo decresce em 5 Bitcoins e o da Joana sobe em 5 Bitcoins.

Em termos factuais, não existe nem ouro, nem dinheiro impresso por uma entidade central (como um Governo) a suportar/verificar estes números. Apenas a crença de que o sistema impede alterações injustas e que estes números significam algo.

Uma parte importante do sistema impede que alguém roube o dinheiro de outra pessoa. De cada vez que quiser enviar dinheiro, a sua Wallet envia uma mensagem à rede Bitcoin a indicar que o registo global deve mudar, incluindo dados sobre quem envia, quem recebe, e quantia em questão.

Então, o que previne que um ladrão se faça passar por si, e enviar esses mesmos dados para a rede? A Bitcoin requer uma espécie de assinatura em cada transação, de forma a autenticar a mesma. Pense como se fosse uma assinatura num cheque, ou num contrato – o propósito é igual.

ASSINATURAS E MINEIROS

No entanto, com a Bitcoin, em vez de ser uma assinatura escrita, é uma assinatura matemática. Usa, por isso, a criptografia para codificar as autenticações de cada pessoa.

Cada conta de Bitcoin tem apenas 1 chave privada, que apenas o detentor da conta sabe, e que é usada para confirmar todas as transações que são efetuadas.

Para além de serem mais seguras do que uma assinatura escrita, isto faz com que qualquer tipo de fraude seja impossível, visto que cada transação tem uma identificação única.

Portanto, estas assinaturas impedem que qualquer outra pessoa que não seja você use os fundos. No entanto, isto levanta uma questão: quem é que verifica estas transações e, em geral, mantém a integridade do registo global?

Surpreendentemente, qualquer pessoa que o queira fazer. Um dos grandes objectivos da Bitcoin é oferecer um sistema descentralizado, que não dependa do Governo ou de terceiros.

Sempre que alguém envia dinheiro, é enviada uma mensagem de transação para a rede global Bitcoin, e todas as pessoas que queiram fazer essa verificação, podem fazê-lo. Essas pessoas chamam-se Mineiros.

A Segurança da Rede

Os Mineiros

Os agentes que verificam todas as transações na rede, e garantem a segurança de tudo e de todos, chamam-se Mineiros. Chamam-se assim porque, tal como um prospector mina depósitos de rocha para procurar pedras preciosas, um Mineiro de Bitcoin verifica as transações a troco de ouro digital – Bitcoins.

UMA REDE MATEMÁTICA GLOBAL

Cada Mineiro possui uma cópia atualizada do registo global, atualizando sempre esse registo quando aparece uma nova transação. No entanto, com tantas pessoas a nível mundial a possuírem esse registo, alguns atrasos no tráfego de informação e, ocasionalmente, tentativas de fraude podem levar a que existam algumas discrepâncias momentâneas na rede.

Então, como é que se resolve este problema? Se metade do mundo tem um registo, e outra metade tem outro registo, quem é que decide qual é o registo principal?

Como outros sistemas democráticos, ocorre um voto. Mas em vez de votar numa folha de papel, existe um voto matemático. Os Mineiros ‘votam’ ao tentarem resolver um problema matemático especial, que é dado consoante a versão que cada mineiro tem do registo.

A primeira pessoa a encontrar a solução para esse quebra-cabeças anuncia a solução para a rede, e todos têm que mudar para esse registo.

Voto Democrático de Consenso

Toda a rede tem de chegar a acordo para uma dada transação. Por outras palavras, todos têm de concordar que aquela transação é válida. Para se chegar a essa conclusão, cada Mineiro vota sobre se acha que a transação é válida ou não. O voto da maioria ganha.

O VOTO ANTI-FRAUDE

De certa forma, esse voto é como se fosse uma corrida matemática, mas que está desenhada para favorecer a versão da maioria. Isto acontece porque, quantas mais pessoas estiverem a trabalhar num certo problema, mais rapidamente esse problema será resolvido. Portanto, a maioria ganha sempre.

Como ocorrem milhares e milhares de transações por minuto, este processo ocorre de forma contínua e permanente, com votos consistentes e a ocorrer a todo o momento, para se decidir num único registo global.

Porquê votos matemáticos, e não votos simples, como se fosse por e-mail? Sem uma autoridade central para registar os votantes, seria difícil assegurar que cada pessoa vota apenas uma vez. Uma pessoa poderia criar múltiplas contas para enviar milhares de votos.

Os votos matemáticos fazem com que cada voto tenha um custo, pois cada voto depende de eletricidade e computadores.

Por outras palavras, se alguém quisesse sozinho ‘impor’ a sua vontade contra o sistema, nunca iria compensar financeiramente, pois seriam necessárias máquinas de milhares ou mesmo milhões de euros/dólares.

Assim, o voto matemático permite um voto justo e livre num sistema descentralizado.

UM SISTEMA DE DINHEIRO CONTADO

Por último, falemos de como o dinheiro é criado. De cada vez que um quebra-cabeças é resolvido, é oferecida uma pequena quantia a quem conseguiu resolver o problema, literalmente criando dinheiro do nada.

Isto oferece um incentivo para existirem pessoas ativamente a verificar as transações a nível mundial, para além das taxas mínimas que podem cobrar por transação.

Como estes Mantedores criam dinheiro do nada através da sua capacidade de computação, eles são chamados de Mineiros. No entanto, o seu propósito principal é manter o Registo Global, não criar dinheiro.

Este sistema apenas garante um sistema de libertação de fundos igualitária e justa. No entanto, após o ano de 2140, não será criado mais dinheiro. Quando a criação de dinheiro parar, as taxas de transação irão oferecer a compensação necessária aos Mineiros.

RESUMO

Registo Global

As pessoas transferem dinheiro enviando mensagens aos Mineiros sobre quem envia, quem recebe, e a quantia necessária.

Transferência de Dinheiro

As pessoas transferem dinheiro enviando mensagens aos Mineiros sobre quem envia, quem recebe, e a quantia necessária.

Verificação

Os Mineiros verificam a assinatura única da pessoa e, por último, os Mineiros chegam a consenso entre eles mesmos a nível global através de um processo de votação justo e matemático.

Transação Confirmada

A transação é autorizada e enviada, sendo virtualmente impossível violá-la.

Pronto para saber mais?

error: Conteúdo Protegido!